Blog

27/03

A lousa digital: uma conexão entre o professor e os alunos.

Todo professor sempre se depara com, no mínimo, duas questões ao preparar suas aulas:

1) Como passar de maneira eficiente o conteúdo da disciplina?

2) Como fazer com que os alunos se interessem por um conteúdo que exige concentração para ser compreendido? 

Além dessas duas preocupações, há, ainda, um outro questionamento que todo professor deveria se fazer: como lidar com alunos que já nascem em um mundo que se comunica muito mais por meio de imagens, vídeos e músicas do que exclusivamente por meio da linguagem escrita, normalmente a mais utilizada no ambiente escolar?

Em muitas reuniões pedagógicas, sempre surgem dúvidas sobre as possíveis contribuições das novas tecnologias para a solução de questões como as elencadas acima. E, ao fim dessas reuniões, sempre fica claro que o objetivo ao usar tais tecnologias é aproximar o mundo do aluno (moderníssimo) ao mundo das disciplinas tradicionais  (muitas delas já antigas, apesar de necessárias). E é essa aproximação que uma ferramenta como a lousa digital ajuda a tornar possível.

A lousa digital tem a oferecer justamente essa conexão entre os conteúdos básicos obrigatórios e a linguagem com a qual o aluno está mais acostumado. Seu uso pode oferecer nuances no tom de aulas que seriam comuns. Ela possibilita, por exemplo, o acesso – por meio da rede – de elementos que possam ilustrar e dinamizar o conteúdo ministrado, seja por meio da busca por imagens de um rei histórico durante uma aula sobre a Idade Média, seja por meio da busca por um “passo a passo” de uma experiência que será feita em uma aula de Química; seja pela possibilidade de criar e utilizar figuras em 3D para uma aula de Geometria, seja por possibilitar uma rápida busca de diferentes fontes para promover um debate em uma aula de Redação.

Além disso, a lousa digital é um meio de dar ao aluno um papel autônomo no processo de construção do conhecimento, pois, certamente, o medo de ir à lousa tradicional é facilmente superado pela curiosidade de aprender a usar uma nova tecnologia.
Portanto, professor, vai aí uma dica! Estar disposto a usar sem medo é a condição indispensável para se aprender a usar qualquer nova tecnologia. Não é preciso se esconder em discursos como “é uma ferramenta frágil”, “pode quebrar a qualquer momento se não for usada direito” ou ainda “os alunos não saberão lidar com ela de modo responsável”. Vá contra esse pensamento e abra sua mente, pois as lousas digitais são uma tecnologia feita justamente para o uso no contexto escolar. Os materiais que a compõem são resistentes e feitos para o uso. Então, não há com o que se preocupar. Explore seus recursos com os alunos. Experimente sem medo!

Levar essa tecnologia para a sua sala de aula é também levar a linguagem e o mundo dos alunos para lá. E saiba, estes jovens ou crianças não pensarão duas vezes antes de atravessar a ponte que essa tecnologia constrói, pois trata-se de um caminho muito natural para eles!